Run

Técnica mista 

Colagem digital, colagem manual, intervenção com spray e tinta acrílica 

c/ moldura preta fina e vidro 

Tamanho 1,10x0,80

Resilience

REF: rm01
R$ 5.700,00Preço
  • A maratona de boston  não é somente mais uma maratona. Muitos marcos importantes ocorreram nos decorrentes anos da competição. O japonês Shigeki Tanaka venceu a Maratona de Boston, nos EUA, em 1951. Tanaka sobreviera ao ataque atômico em Hiroshima, seis anos antes. O público, entretanto, o recebeu em silêncio na linha de chegada. O Japão tinha sido suspenso de todas as grandes provas e falhara os Jogos Olímpicos de Londres em 1948. A responsabilidade de vencer a maratona era enorme, pelo menos aos olhos dos quatro japoneses que participaram. Shigeki ficou conhecido como “rapaz atômico”, “Senti um grande fardo quando se começou a usar esse termo”, confessou numa entrevista em 1996, na centésima edição da maratona. As referências em 1951 iam ainda mais além e apontavam Tanaka como favorito ao triunfo: “Se conseguiu sobreviver à bomba atómica, também há-de sobreviver nas nossas difíceis rampas e avenidas”. Sessenta anos mais tarde, irônicamente ou não, os outros participantes da Maratona de Boston foram surpreendidos com duas bombas, em um atentado ocorrido em 15 de abril de 2013. Kathrine Switzer foi a primeira mulher a completar a maratona, sendo agredida pelos competidores por ser uma mulher. Usando o nome na inscrição de K. V. Switzer, uma alcunha neutra, que confundiu os juízes – as mulheres só seriam aceitas de fato na corrida cinco anos depois, já em 1972.Cinquenta anos depois, ela corria e completava novamente a maratona . Jessica Diskin recria a maratona de Boston como uma corrida de  superação, não somente dos 42km percorridos, mas também uma superação de ideais, direito das mulheres, terrorismos e muita força, não somente dos corredores, como também dos torcedores e dos heróis que participaram e seguem participando dessa jornada. Uma homenagem a todos participantes da maratona, que pela primeira vez em 124 anos, foi cancelada no ano de 2020.

0